quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

E não é que acabou?

2009, tchau!
Se foi bom pra vc que em 2010 venha em dobro.
Se não foi tão bom que 2010 te recompense.
Amanhã a essa hora estou entrando no avião e só volto nos dia 10, então o bloguinho entra de férias!
Estou muito ansiosa com a viagem, até sonhei hoje, rs.
Prometo tirar muitas fotos e contar tudo pra vcs na volta.
Para os leitores antigos, para os novos, para os que comentam, para os fiéis, para os que só dão uma olhadinha, pra vc que acabou de chegar, para aqueles que nunca comentam, para os anônimos, para os amigos que fiz e até conheci pessoalmente, meu muito obrigada pela companhia, que 2010 seja mais suave, leve, mas recheado de emoções e boas surpresas!
Até 2010!!!!

PS: ei, são só 10 dias, já já eu volto!

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

I wish

É Natal.
Onde você estava um ano atrás?
Onde imagina estar daqui a um ano?
O que deseja pra esse novo ano que começa daqui a pouquinho?
Eu desejo pra vocês EQUILÍBRIO!
Pois quem está em equilíbrio, está feliz, com saúde, com um emprego que gosta, com pessoas amadas, em paz consigo mesma, harmonia na parte financeira e na parte espiritual.
Um ano equilibrado pra todos vocês do fundo do meu coração e da minha alma!
Obrigada pela companhia de sempre!
Beijos

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Micro mala ou fazendo a pheena

Vocês sabem que gente fina viaja com uma mala bem pequena, de preferência só uma malinha de mão, porque não tem nada mais sem classe que ficar horas na esteira esperando pelas suas 7 malas GG. Na verdade eu posso ser uma pessoa fina, minhas malas costumam ser bem pequenas, mas como meu marido quer fazer uma única mala para nós dois vamos acabar levando ao invés de duas P, uma G.
Queria uma ajuda das meninas que já fizeram viagens como a minha  (10 dias, sendo 3 noites em cada lugar- Santiago, Mendoza, Buenos), se tem algo muito essencial para levar, lembrando que é verão, vou jantar em uns 2 restaurantes bacanas, caminhar muito, um dia de praia... Segue a minha pré-lista, me digam se acham que é pouco, se é muito, etc.

Necessaire: shampoo, condicionador, leave-in, pente, grampos, uma presilha bonita, sabonete líquido, hidratante corpo e rosto, filtro solar, remédios para enjôo, dor de cabeça, febre, pomada para dor, algo pro fígado.
Make: corretivo, rímel, lápis preto, paleta batom, blush, um pincel travel size de blush, nada de sombra, se necessário uso o lápis, e lenços pra tirar a make.
Acessórios: uma echarpe creme quentinha, nada de brinco, anel, pulseira, colar...

Roupas
3 shorts (preto risca de giz / branco / bege)
2 calças jeans (uma escura e uma clara, ambas skinny)
1 calça branca pantalona (fresquinha para ir a praia, ou bacana para sair à noite)
5 (ou 6 ou 7???) Blusas (ainda a decidir, vou optar só por básicas que combinem com tudo)
2 malhas de frio
1 cardigã preto
1 casaco bem quente (tem passeio lá no Aconcágua)
1 casaco couro marrom (não sei se levo...)
1 biquíni
3 vestidos que não amassam
1 sapato preto noite
1 all star
1 sapatilha (noite e dia)

O que acharam? Lembrando que não ligo de repetir roupa e quero carregar menos coisas possíveis...

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Descabelada (update foto)

Aposto que as donas de cabelos cacheados, ondulados, enrolados, crespos, pixa, black, poddle, já ouviram na infância: não corta esse cabelo menina, tem que deixar crescer, não mexe nele, cuidado que vai estragar esse cabelo... Comigo também foi assim, e era horrível, porque minha vontade era de mudar, eu via as minhas amiguinhas de cabelo loiro com mechas azuis de papel crepom e eu queria fazer igual, eu queria cortar o cabelo como a branca de neve (verdade seja dita que um dia minha mãe cortou eu eu AMEI, achei o máximo aquele cabelo quase channel black power).
Gente, a Madonna era minha "ídala mor", cada semana a mulher aparecia com o cabelo de um jeito diferente, uma hora era preto na outra loiro, e longo, e curto, e chanel, e joãozinho. O cabelo sempre estava lindo, brilhante, não estragava como as tias falavam pra gente que ia ficar o nosso se a gente mexesse, mas ninguém me deixava cortar, eu ficava tão triste.
Mas aí eu cresci e me divirto com meu cachos, adoroooooo, acho que nunca na vida eu tingi o cabelo duas vezes seguidas com o mesmo tom. Luzes, loiro, chocolate, castanho, bem comprido, channel, médio, repicado, fio reto, tudo o que eu podia fazer eu já fiz, e num mesmo ano eu vario pelo menos umas 4, 5 vezes.
Tudo isso pra dizer que acabei de chegar do salão onde me despedi de um longo palmo de cabelo para a descrença (e alegria) da cabelereira. Sei que muitas meninas se encolheram na cadeira agora, afinal brasileira tem pânico de cortar o cabelo, mas tem uma coisa ótima a respeito dos fios: eles crescem!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Indo

Quando eu era pequena o melhor da volta às aulas era aquela passadinha na papelaria, tantas coisinhas pequenas e coloridas enchiam os meus olhos, e até hoje eu sou assim, mas evito comprar borrachinhas de bichinhos e canetas com cheirinho de fruta e glitter, porque tenho uma reputação a zelar, né?
Aí que eu cismei que precisava de uma caderno sem pauta, tipos Moleskine (dá um google, o bicho custa 70 reais), e dá-lhe rodar papelaria pra achar exatamente o que eu queria, quando eu achei os anjos cantaram, o céu se abriu  fiquei moooito feliz pois era exatamente o que eu precisava para fazer meu diário de viagem.
Já viajei bastante pelo Brasil mas nunca fui nem no Paraguai, mas se Deus quiser, se a Infraero não estiver na TPM e se não houver caos aéreo embarco dia 1 de janeiro as 8 de la matina rumo à Santiago, Mendoza e Buenos Aires, 10 lindos dias passeando, indo nas adegas, achando super normal beber antes do meio dia, comendo, me divertindo.
Já comecei a anotar no caderninho todas as dicas que coletei e alguns passeios que quero fazer, tudo isso pra poder sair linda e tranquilamente do roteiro programado, porque a graça é essa, é você fazer sua viagem, encontrar um restaurante por acaso, descobrir uma loja que ninguém indicou e voltar toda se querendo e dando dicas para os próximos viajantes, rs.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Bife do vô (tempero para bife)

Quando eu era criança meu vô cozinhava demais pra gente e o churrasco dele era o melhor do mundo, ele cortava cubos de alcatra e temperava um dia antes, nunca mais vi ninguém fazer carne desse jeito. Bom, mas eu moro em um apartamento e não tenho churrasqueira, então adaptei o tempero do vô para dar uma incrementada naquele bife do dia a dia.
Costumo usar contra-filé pq acho mais saboroso, mas pode fazer esse tempero até para aquele lagarto de panela, sem problemas, faço sem medidas, mas não se preocupe, não tem como dar errado. Pique um dentinho de alho fresco (ou 2, 3, 4, dependendo da quantidade de pessoas), um pedaço de pimentão em quadradinhos (uso o vermelho que é mais suave que o verde), pimenta do reino, sal (normalmente não tempero com sal antes nenhuma carne, mas nessa receita faço igual ao vô), se tiver um vinho tinto aberto coloque umas colheres de sopa ou então substitua por vinagre, acredite, funciona, sempre faço com o vinagre tinto, e só! Às vezes meu vô colocava salsinha também, fica bommmmm.
Coloque esse molho por cima dos bifes e se possível deixe de um dia para o outro na geladeira, amasse os bichinhos, faça um carinho para o tempero entrar. Difícilmente lembro de fazer um dia antes, então deixo algumas horas e tudo certo.
Esquente bem uma frigideira, bem mesmo, de sair fumaça, porque salgamos a carne antes e se a panela estiver morna vai aguar tudo e a gente não quer isso. Quando estiver bem quente coloque os seus bifes com uma certa distância entre eles, mantenha o fogo alto e não MEXA. Quando começar a subir uma aguinha na parte de cima do bife, deixe mais uns segundos e vire. Espere grelhar a parte de baixo e pronto, o bife fica enjoado se você ficar revirando na panela, rs. Se quiser coloque umas cebolas, uma pitada de sal, um pouco de vinagre, e uma pitada de açúcar para caramelizar e jogue por cima!
Faça e depois me conte!
Beijos

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Exagerado, jogado aos teus pés...

Meu marido vive falando que sou exagerada. Que tô sempre com isso ou com aquilo. Dor de cabeça, picada de mosquito, retenção de líquido, garganta inflamada. Segundo ele eu sou muito frescurita. Que quando estou na TPM eu tenho cólica, dor de cabeça e dor nas costas ao mesmo tempo (Dear Good, faça com que todo homem vire mulher um dia na vida, e que nesse dia ele vivencie a plenitude feminina: TPM).
Isso tudo vindo de um homem que deu mal jeito no pulso ao abrir um vidro de geléia e declarou desesperado que aquilo não era normal e ele só podia estar com osteoporose...

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

I will

Se uma pessoa que você não tem intimidade chegar pra vc e fizer umas previsões (uma boa né, pq não vou crer em nada como: acontecerá um desastre e seu prédio vai pegar fogo), e elas realmente começarem a acontecer, você vai acreditar no resto da previsão ou vai achar que é coincidência?
Sinceramente? Tô bem acreditando...
Blog Widget by LinkWithin