segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Dicas (meu diário) de viagem Santiago 3

03/01
E fomos para a praiaaaaaaaaaa!
Confesso que aqui de SP mesmo dei uma olhada nas fotos de Viña del Mar e Valparaíso e tinha certeza que não ia curtir muito, mas é aquilo né, poxa estamos aqui então vamos pisar no Pacíficooooo!
O dia estava lindo em Santiago, mas assim que colocamos nosso pé na rua o choque: estava uns 15 graus!!! E lógico que eu estava de biquíni, shorts, havaiana, corri pra pegar uma blusa, metrô até estação Universidad De Santiago, compramos a passagem na empresa Pullman, e o tio nos colocou bem na frente, naquele ônibus de 2 andares com uma mega vista, acho que a passagem custou um pouco mais de 3000 pesos ida e 4000 volta. O caminho é todo rodeado de vinhedos de um lado e de outro e a paisagem é linda!



Chegando em Viña estava muito frio, muuuuito mesmo e tempo nublado, se quando você for o tempo estiver assim não se preocupe pq no meio da tarde sempre abre, mas o vento é constante mesmo no alto verão.


Dica: Na rodoviária vá até o centro de informação ao turista, pegue um mapa e pergunte como fazer para chegar à praia de Reñaca que é a mais badalada e tem mais opções de comida. Nós fomos de ônibus de linha, nos perdemos, saímos no lugar errado, conhecemos uma molecada muito bacana que no fim nos indicou onde descer e a menina ainda perguntou se eu falava espanhol, eu disse que não e ela respondeu que não se notava, rs. Oh povo simpático e mentiroso, rsrs.

Bom, de algum modo chegamos nessa praia e fomos procurar um restaurante de frutos do mar, achamos um com uma cara boa na rua paralela à da praia, (não anotei o nome, mas é quase em frente ao McDonald´s e tem uma varanda bem grande). Pedimos uma Tabla del Mare, e vocês não tem idéia que delicía, o prato era dividido em quentes (vieiras ao molho, camarão pilpil, machas que são mariscos locais) e frios (ceviche de salmão com milho e ceviche de camarão com pedaços de alcachofra). Pedi meu terceiro pisco sour e criei coragem para ir até ao mar.




Fui crente que ia entrar no Pacífico, dar um mergulho e ser coroada a garota do Fantástico, mas uma rápida olhada nas pessoas que estavam na areia me fez ver que talvez não fosse uma boa ideia, o povo tava vestido de moletom, capuz, grandes placas anunciavam q a praia não era apta para banho e ondas gigantescas quebravam com muita força.


 Mas criei coragem, tirei o chinelo e molhei o dedo, rsrs. Vocês não tem noção da temperatura, imaginem uma cachoeira, então, ela é morna, o oceano pacífico é moooooito gelado, dá hipotermia só de olhar, mas é dali que saem aqueles frutos do mar maravilhosos!


Congelados resolvemos voltar mais cedo pra Santiago sem passar por Valparaíso, chegamos umas 18:30 e eu com todo o meu charme falei: amor, vamos no shopping? Estava convencendo o bicho a ir desde o primeiro dia, pq vi várias meninas blogueiras indicando e ele dizia que não queria, que os amigOOOs dele tinham falado que era caro, mas como não tinha mais nada pra fazer naquele fim de dia ele cedeu.

Dica: Fomos ao Parque Arauco e só a vista já vale, pq mesmo no verão os picos ali perto estão com neve em cima. Pegamos um táxi no hotel e fechamos o preço, mas dá pra ir de metrô, descer na estação escuela militar e pegar um táxi ou ônibus. No caminho deu pra ver um pouco mais da cidade, o parque que beira o rio Mapocho e uma fonte iluminada linda que fica na estação de metrô Salvador.

Chegando no Shopping meu marido surtou, porque além de lindo é barato, e em janeiro estava tudo em promoção, só dei meu risinho de canto e soltei a frase favorita das mulheres: não disse?

Dica: todas as blogueiras falam e eu assino embaixo, conheça as lojas Ripley, Fallabela e Paris, mas só as do shopping, as de rua são ruins, tem de tudo um pouco, make, roupas mega bacanas, colares, tênis, na Falabella estava uma promoção de óculos CK por 60 REAIS. Na loja da Ellus algumas calças jeans saíam por 80 reais. E nas farmácias as linhas como Vichy, La Roche saem por quase metade do preço do Brasil.

Esse foi nosso último dia no Chile e lógico que não vimos muitas coisas, como o mercado municipal, Paseo Ahumada, Café con Piernas, Palacio de la Moneda etc, mas isso fica pra próxima. No outro dia embarcamos para Mendoza, Argentina, mas não posso deixar de falar pra vocês do FreeShop de Santiago, ele é um pouco mais caro que o do Brasil, mas tem coisas incríveis, eu achei um perfume que queria comprar faz anos o Eua The Blanc Da Bvulgari, que aqui no Brasil custa mais de R$250,00 e paguei U$54,00, em nenhum outro FreeShop tem.
Continua...
Blog Widget by LinkWithin