quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Não julgue para não ser julgado

Acabei de receber um coment (que eu não autorizei, o blog é meu e isso não é uma democracia) dizendo que a pessoa ficou muito decepcionada comigo pq eu sou fútil, que ele esperava estar errado, sem querer julgar mas já julgando.
O ser entra no meu blog e lê um post (o da dica de beleza, aqui embaixo) e me julga por 2 parágrafos, não é o máximo? E ainda escreve num péssimo português, mas vamos pular essa parte.
Antes de mais nada: leia o blog e não apenas um post. E outra, se eu quiser escrever só sobre tipos de meia calça, qual é o problema? A gente não pode escrever sobre o que quer? Essa é a parte chata de se trabalhar na TV, a pessoa nem te conhece e já te julga, feio, feio, menino feio. Pq eu teria um blog mega chato falando sobre a situação econômica mundial? Aí eu não seria fútil?
Finaliza de um jeito fofo (verdade, sem ser irônica) e deseja sorte. Vocês sabem que normalmente eu nem ligaria, mas tô cansada dessa patrulha, todo mundo olhando, te vigiando, te julgando, isso aqui não é Big brother não...
Saco, e nem tô na TPM...
Blog Widget by LinkWithin