quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Intuição

Sabe aquele lance de intuição feminina e tals? Então, a minha costuma ser bem boa, quase não falha. Mas tem um probleminha. É que às vezes eu bato o olho em alguém e já era, já defini o que a pessoa é. Geralmente eu acerto, mas isso é ruim, pq nem convivi com a pessoa e minhas entranhas, cérebro e coração já gritam: ih, essa aí, não sei não, e a pessoa super tentando ser simpática. Essa enrolação, quer dizer, introdução toda é pra dizer que tem uma pessoa que eu sou obrigada a conviver e que não me desce. Não adianta. A menina não me fez NADA (diretamente), mas eu sinto que tem alguma coisa ali. E o que me irrita mais é que ela possui um dos defeitos que mais me dão nos nervos: a sonseira. Ela é sonsa. Nos dois sentidos. Sonsa de ser meio burrinha, apesar de ter feito faculdade, pós, etc, não consegue acompanhar uma conversa, não entende filme, piada. E sonsa de se fazer de sonsa. De boazinha. De fingir que a conta não chegou na mesa e deixar os outros (os sonsos de verdade) pagarem. E quem convive com ela NÃO enxerga! É que ela se faz de tão meiga que todo mundo cai. Todos acham que ela é brilhante e muito generosa. Às vezes preciso pedir pra minha intuição falar mais baixo.
Blog Widget by LinkWithin