segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Como os outros me veem (vem vêem veêm viram virão viriam...)

Antes de mais nada: vai pra pqp essa m. de reforma da santa mãe língua portuguesa, me sinto uma analfabeta. Ufa. Desabafo feito, vamos ao post.

Eis um assunto que me interessa por demais, a visão que os outros tem da gente. Várias vezes eu vi pessoas tirando conclusões opostas sobre euzinha. Exemplo, meu próprio marido sempre diz que eu sou hipocondríaca, que tomo remédio pra tudo. Já minha mãe briga comigo dizendo que fico curtindo a dor e que não tomo remédio. Ele acha que sou sensível, que sempre tô com alguma coisa doendo (rsrs), se vc perguntar para o meu pai ele já vai te dizer que eu só reclamo se for verdade mesmo e que não sou nada fresca.
Não é louco isso?
Cada um vê a gente através de dois filtros. O primeiro é a situação. A pessoa está vendo uma faceta minha em determinada situação pela qual estou passando, o que é apenas uma parte de mim. E a pessoa te analisa pelo filtro dela mesma. Ela compara a sua reação com a reação que ela teria. Ou seja, se vc gosta de caminhar 1 hora todos os dias e a pessoa que está falando de vc é sedentária, ela vai achar que vc é uma atleta. Se quem está te analisando vai à academia todo dia, puxa ferro, faz box, corre 25 km diarimente, ela vai achar que vc não faz nada.

O que já ouvi
-ela não consegue parar quieta / ela é muito acomodada
-muito sensível / muito forte
- muito fria / muito carinhosa
- preguiçosa / ativa
-hipocondríaca / não toma remédio
- resistente à dor / não aguenta nada

Mas só vc realmente sabe o que vai dentro de vc.
Blog Widget by LinkWithin