quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Happy, very happy new year


Aí a pessoa vai comprar um shorts pras férias, procura, procura, só tem número 36, que num dia bom não passa nem das coxinhas. Vai pro provador já imaginando os provolones pulando. Uma perninha, depois a outra e... Serviu. Hum... Vai ver o número tava errado. Compra e pronto.

3 semanas depois, numa outra loja, uma calça em promoção! Ai que linda, super fofa, qual o seu número, pergunta a vendedora, 38, e ela traz duas pra provar, uma 38 e outra 36. Lá vai a pessoa provar primeiro a 38, uma perninha, depois a outra e ficou largo, bem na região das banhazinhas da feijoada. Hum... Pega a 36, momentos de tensão, puxa daqui, ajeita de lá e tcharam: nenhuma porpetinha pra fora, ficou ótima.

Se isso não significar que 2008 vai ser um bom ano, eu não sei o que pode significar.

PS: foto com o shorts milagroso. Favor ignorem o cabelo de quiosque de praia, estava ventando na hora da foto, tá? E sim, eu estava encolhendo a barriga, kkkkk Truques da profissão.
Blog Widget by LinkWithin