sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Traumas de infância relativos ao ano novo


Quando eu era criança geralmente passava o ano novo num hotel fazenda no interior de SP, eu adorava todos os dias menos o primeiro dia do ano. Eu criava uma expectativa tão grande de que no dia primeiro de janeiro as coisas seriam diferentes, que tudo iria mudar, que o céu teria outra cor, que eu sempre ficava um pouco decepcionada. Depois de grande perdi um pouco essa ilusão, sei que os dias continuam, tudo é um ciclo, mas lá no fundinho eu ainda quero acreditar que dias melhores virão.
Blog Widget by LinkWithin