segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Mini saia justa

Passada a ferro e engomada com o que aconteceu na faculdade Uniban.
A menina foi com um vestido. E isso bastou para ser ameaçada de estupro, ser xingada de puta e outras amenidades. Fiquei mais chocada ainda que ontem no Fantástico disseram que não foi a primeira vez que isso ocorreu no local, mostraram imagens de uma menina tendo o seu carro chutado por motivos parecidos.
E mais passada ainda eu fiquei pq o Fantástico me chama a Glória Kalil para analisar o vestido, e faz votação virtual perguntando se a menina devia ou não deveria ter ido com aquele vestido.
Tá todo mundo entendendo errado, a questão aqui não é o vestido, o tamanho da saia, o figurino, e sim a atitude nazista e tacanha de universitários que param uma faculdade, desrespeitam os professores, chutam as portas, ameaçam um ser humano por causa de um pedaço de roupa.
Nada justifica. Que mente é essa? O que se passa na cabeça dessas pessoas? Como foi muito bem falado pela Astrid Fontenelle se um tacasse uma pedra todos iriam atrás. A massa é a massa. Disforme, podre, fede.
E capaz das namoradas dos rapazes defensores da moral e bons costumes se vestirem igual.
E muito capaz das meninas que fizeram parte terem saias mais curtas.
Mas não pode ir vestido assim numa faculdade, alguém grita. A questão NÃO é essa. Ninguém tem direito de agredir um ser humano, nem com motivo, o que dirá por um vestido.
Ainda bem que o mundo vai acabar em 2012 mesmo...
Blog Widget by LinkWithin