quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Saldo

Não vi nenhuma escola de samba.
Não ouvi nenhum samba enredo.
Não sei o que aconteceu na Bahia.
Não sei qual foi a música do Carnaval.
Não vi nenhuma bunda rebolante na TV.
A única bundinha vista foi a minha própria, dentro de um bíquini, de molho na piscina por 4 dias.
Agora o ano começa!

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Macaquinhos saltitantes

Faz três semanas q voltei a fazer yoga, e vcs acreditam que minha dor de cabeça melhorou 99%? Eu tava ficando bem preocupada já, procurando um neurologista e tals, mas foi só pensar um pouco em mim, em dedicar um tempo pra mim que tudo melhorou.
Pensar em mim... Engraçado isso. A nossa cabeça pensa sem parar, como se milhares de macaquinhos ficassem pulando de cá pra lá, cada um gritando uma coisa diferente da outra.
Durante a aula eu consigo não pensar em quase nada, apenas em me manter de pé, equilibrada, sem cair, sem destroncar um braço, ou cair de boca no chão. Ou seja, focada.
No fim da aula sempre tem um relaxamento, eu até que começo muito bem, mas aí:
Hum, grama verde, um riachinho de águas cristalinas, ah que delícia fazer essa aula, como me faz bem, será que fechei a porta? Volta, volta, graminha verde, brisa nos cabelos, o que eu vou fazer pra janta? Frango de novo? Mas se eu pegar o frango e temperar com curry, graminha verde, passarinhos cantando. Om namah shivaya se meu marido chegar antes vai ver a zona que eu deixei na cama ommmmmm. Já até sei o que ele vai falar quando chegar. Ommmmm e se eu fizer o frango grelhado com batata...

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Faxina (para Andrea Ramos, aka mamys)

Já disse uma vez que minha casa é coordenada por lindas fadas de cabelos cacheados muito parecidas comigo. Elas lavam, passam, cozinham, faxinam. Chuva, sol, não importa. Mas depois de um ano nesse esquema era hora de férias para as bichinhas. A empregada da vizinha veio me perguntar se eu não tava precisando de alguém para os afazeres do lar, pq tinha uma amiga que estava desempregada, bla bla bla, whiskas sachê. Eba! Falei que sim e marquei da moça vir hj.
Jacaré apareceu? Nem ela.
Adivinha quem tá limpando as 324 janelas? (na verdade são só 7, rs)
Pq hj é dia de Maria...
Maria Cinthya Rachel, prazer. A fada substituta. Que continua incrivelmente parecida comigo...

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Ode ao ombro

Se lhe perguntado fosse: quais as partes corporais que mais lhe interessam na espécime humana, o que diria?
Pernas bem torneadas, coxas grossas como toras, costas largas e sensuais, barriguinha definida pra lavar a roupa nesse tanque, lábios carnudos, olhos de ressaca, cabelos ao vento.
Eu mesma diria tudo isso, mas nunca diria "ombro".
Aha, nunca teria "dito" se não tivesse visto com meus próprios olhos.
Redondo, sorrindo, perfeito para se aconchegar.
Alto, infinito, com curvas.
Parece macio, mas coisa de macho.
Nada de veia saltada e produção de academia.
Ele é assim, como direi, fornido por natureza.
Tenho a impressão que quebraria uma noz.
Não sei o que vai por cima ou o que o acompanha em baixo.
Não interessa pra falar bem a verdade.
Apenas ele, ali, sendo.
Coisa para ser admirada de longe.
Bela embalgem.
Liso, dourado, um lado que sobre, outro lado que desce.
Perdão padre pq eu pequei.
10 aves maria e 10 pais nosso, filha.
Faço até ajoelhada no milho, mas pode ser ajoelhada na direção daquele ombro?

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Sem noçã

Esses dias a Elise tava falando de gente enxerida, gente que pergunta qto vc ganha sem ter a menor intimidade. Aliás, nem com intimidade isso é coisa que se pergunte.

Logo que li o post dela lembrei de uma história que aconteceu comigo no MSN.

Faz uns 10 anos viajei pro nordeste com uma amiga. Nessa viagem ela ficou com um carinha. O carinha encontrou ela no orkut. Eu estou no orkut dela. Logo ele me encontrou. E pediu meu MSN secreto para essa amiga, que não sabendo que só poucas pessoas tem meu endereço "hotmail" passou pra ele. Ele pediu para adicionar. Pra não ficar chato aceitei. De vez em nunca ele vinha falar "oi", eu respondia, educadamente como mamãe me ensinou. E só. Nada de puxar papo, perguntar da família, nem se estender.

Estava eu essa semana conectada, já indo apertar meu botãozinho de ocupada qdo ele:

-Oi! E aí tudo bem?

-Tudo.

-Tá sozinha? O que vai fazer hoje?

Oi 1? Como assim quer saber se tô sozinha e o que vou fazer? Te conheço?

-Vou ficar em casa lendo. Inclusive preciso ir pq acabei de chegar da rua e tenho que arrumar minhas coisas. (ou seja, não quero conversar com vc)

-Então vai lá. Nossa sua foto tá linda, hein? Olha, um beijo lindo nessa sua boca.

Oi 2? Hã? Bebeu? Te dei intimidade? Te conheço?

-Olha, meu MARIDO não vai gostar nada nada de ver essa bobagem que vc está me escrevendo aqui no arquivo do MSN.

-Ué, pq não pode? Repito, um beijo nessa sua boca!

Oi 3? Quem é vc na noite? Te conheço?

-Não vai mais falar comigo amore?

Agora pra ele só sons de cigarra e uma bloqueada no MSN.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Pequeneza de alma

Tô tão chateada que resolvi vir aqui contar pra vcs.
Tem uma pessoa q eu amo muito, demais mesmo. Conheço ele faz uns 10 anos, e fez parte da minha vida de uma maneira muito especial. Mesmo qdo não estávamos mais juntos, ele foi presente qdo eu mais precisei.
Daí que eu tinha o MSN dele.
Daí que uma vez a cada 15 dias a gente se dava um oi.
Daí que ele casou.
Daí que de repente eu descubro que fui bloqueada no MSN.
Ciúmes da esposa? Loucura da mente dele? Pq eu tenho q abrir mão de uma pessoa tão querida pra mim só pq ela casou?
Perdi um dos meus amigos mais queridos.
Pq?
Pequeneza de alma...

PS: como toda mulher estou aqui me coçando pra mandar um mail e "pedir explicações". Mas não vou fazer. Mas eu queria. Adoro saber os porquês.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Parece mentira

Protagonistas
Mina
Mãe da mina
Cara
Figurantes
Eu e umas pessoas

Cena única / sala / noite

Reunião de amigos, todos conversando, um tirando o sarro da cara do outro, até que se revela que o apelido do Cara na infância era cabeção.

Todos riem .

Cara: poxa, qdo eu era criança todo mundo na escola ficava me zoando, falando que eu era cabeçudo. Um dia fiquei muito irritado e sai correndo atrás deles. Aí cheguei em casa chateado e fui contar pro meu pai essa história e ele perguntou se eu tinha conseguido pegar algum desses moleques, eu falei que eu até tentei, mas que eles tinham entram numas ruas estreitas e o cabeção não conseguiu passar.

Sobe som risadas

Mina: Nossa, é sério mesmo?
Todos rolam de rir.
Mãe da mina: Claro que não né filha, vcs acha que existe uma rua tão estreita assim?

Fim de cena.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Jabuticabinha

Estou indignada!
Hoje pela manhã lendo os sites de desinformação do mundo das "celebridades", me deparo com a declaração de uma das mulheres frutas dizendo que a mocinha avantajada que está no Big Brother, pode se dar muito bem qdo sair da casa. Elogiou os "atributos", formas arredondadas, o sacolejo divino do uber (agora sem trema, num patrocínio do dicionário Aurélio!!) popô, e que ela já tem até nome: Mulher Jabuticaba!
Epa, epa, epa. Pô para com a palhaçada!
Eu sou a mulher Jabuticabinha e já faz tempo.
Humpf!
Exigo meus direitos!!!!!

PS: é jabOOticaba ou jabUUticaba?

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Fatos inúteis sobre mim

-arranco todos os lacinhos das calcinhas que eu compro
-não vivo sem creme para as mãos e hidratante para os lábios (salve bepantol)
-odeio rotina
-meu sabor favorito é ácido
-ando com a boquinha suja ultimamente, hihihi
-acho que só fiz a unha na manicure umas 5 vezes na vida
-leio tudo que me cai nas mãos
-escrevo aqui, escrevo no meu diário, escrevo um livro, escrevo no msn, é um vício
-queria ficar rica escrevendo e poder morar em qualquer lugar do mundo, rs
-não sou nada esportiva, nunca me convide para uma trilha
-sou contemplativa, me chame pra ir a um parque, museu, ver vitrine
-não acredito em ferro de passar roupa
-qdo me dá 5 minut0s a primeira coisa que eu mudo é o cabelo, que agora está comprido e com luzes
-não sou nada fresca, e até bem pouco tempo não era nada vaidosa, o que é fatal para minha profissão, então hj rola um batonzinho, um rímel, um blush...
-mas sempre cuidei da minha pele e ela sempre foi boazinha comigo
-nesse momento estou ouvindo Natural Woman da Aretha Franklin

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Fiu fiu

Ontem voltei a fazer yoga depois de mais de 2 anos parada.
E o negócio é bom mesmo.
Hj na minha caminhada matinal já ouvi um delicado : Ae gostosa!

Oi, eu tenho espelho, e pra ser gostosa eu preciso, no mínimo, nascer de novo...

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Nãoooooo

Vcs não sabem, mas vcs me ajudam. Em vários sentidos. No mais literal deles, como no post aí abaixo, onde recebi várias dicas, consolos, idéias e apoio, muito obrigada. E no mais subjetivo deles. Hoje recebi um não como resposta de um trabalho que eu queria muito fazer, era bacana, era um dinheirinho bom, mas infelizmente não rolou. Fiquei chateada, mas aí foi só começar em pensar a escrever aqui que já melhorei.
Escrever me liberta.
Me melhora.
Me alivia.
Obrigada por lerem meu diário!

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Ai....

Eu fui morar em Curitiba em junho de 2006 e desde então começou a se manifestar uma dorzinha de cabeça chata. Chata, nada insuportável. Uma vez a cada 15 dias, depois uma vez por semana, depois uma vez por mês e alternando.
Qdo voltei pra SP em dezembro de 2007 ela continuava lá. Uma vez por semana ela aparecia. A cada 10 dias, coisa assim. Depois ela ficou mais insistente, um dia sim e um dia não, e depois quase todo dia. As vezes eu acordo com ela, outras aparece ao longo do dia, do nada. Neosaldina. Tem dias que funciona e passa em 15 minutos, tem dias que não funciona e não passa nunca.
Lateja, assim na testa. Chatinha. Tem dias que piora e vai além do chatinha. Não preciso usar óculos. Não é nada que eu como. Não é nada que eu faço.
Alguma sugestão?
Blog Widget by LinkWithin