segunda-feira, 30 de julho de 2007

Lãs, lãs, lãs...

Atendendo a pedidos fotinhos das lãs que comprei no site da Aslan e também que ganhei da minha irmã boazinha, rsrs.



No site eu comprei 2 pares de agulhas pra coleção e essas lãs aqui. A Harmonia é cinza chumbo, bem macia, a linha é construída de uma forma diferente. Pretendo fazer um casaquinho, um pouco abaixo do quadril, que transpasse na frente, com um cintinho. Só falta achar a receita, rsrs.

A Baby Charm também é muito macia, um pouco mais fininha. Pretendo fazer uma blusa justinha com decote em V. Ai, ai, ai, eu idealizo as receitas na minha cabeça e depois não acho nenhum modelo em revista ou site pra copiar.
A Madras é da mesma cor que a Mônica comprou coincidentemente. Ainda estou em dúvida... Os filetes são bem fininhos, ela parece macia. Talvez um casaquinho com um botãozinho na gola, aceito sugestões.
Essas aqui quem me deu foi minha irmã. Temos sedificada com uma cor linda, 2 novelos. Não sei o que fazer ainda.
A cinza e preta é da Línea Itália, Tarantella. Muito fofa, toque delicioso. Já fiz uma mula sem cabeça pra minha irmã, com maravilhoso ponto *2pjt, 1 l*, ficou lindo. Daí também vai sair um gorrinho pra minha mãe e um cachecol, afinal ganhei 3 novelos desse.
A verde mescladinha é a Matiz da Cisne, ganhe 2 novelos, não faço a menor idéia do que vai sair.
E por último a maravilhosa Ímola, da Línea Itália, na cor Moka. Gente, essa lã é liiiiinda, um escândalo pessoalmente. Ganhei 2 novelos, no site da marca tem uma receita de pelerine que leva exatamente dois novelos Acho que vou seguir a receita, porque ela não rende muito, 100 gr dá mais ou menos uns 70 metros.
Ufa, o que acharam?
Beijos

domingo, 29 de julho de 2007

Você podia dormir sem essa, ou perguntas e comentários que você não deve fazer nunca


Pergunta: Nossa, é seu filho?
Resposta: Não, é meu namorado.


Pergunta: Você não acha bobo quem põe o mesmo nome do marido no filho?
Resposta: Não, porque eu coloquei no meu filho.

Pergunta: E sua esposa como vai?
Resposta: A gente se separou faz um mês, mas ela deve estar bem.


Pergunta: Ai que gracinha, você está grávida?
Resposta: Não, eu tô gorda mesmo.
Pergunta: Você é o pai da noiva?
Resposta: Não, eu sou o noivo.

Pergunta: Nossa, a fulana me disse que a chefe é uma vaca, você conhece a chefe dela?
Resposta: Conheço, sou eu.

sábado, 28 de julho de 2007

Adivinha o que fiz hoje???



Um rally!

Quer dizer, eu só fiz a parte boa, fui de carona!

Foi muito divertido.

Pena o frio congelante que está fazendo aqui em Curitiba.

Ah, e adivinha o que estava escodidinho na minha bolsa caso sobrasse tempo?

Meu crochêzinho, hihihi.

sexta-feira, 27 de julho de 2007

Coisinhas de crochê


Eu e o crochê não nos entendemos.

Mas fuçando aqui, olhando um site lá, vendo uma revista ali, tenho me arriscado.

Estou fazendo um pontinho bem simples, nem sei se ele tem nome, são apenas 3 pontos altos juntos, 2 correntes, 3 pontos altos juntos, e para subir 3 correntinhas.

Acho que vai virar uma faixa de cabelo.

Ah, hoje chegou minha encomenda da Aslan, 15 novelos, e 2 pares de agulha, aí saí toda animadinha pra comprar umas revistinhas de tricô para ver achava algum casaquinho de tamanho médio, com um transpasse na frente. Comprei algumas revistas que achei a capa interessante. Em uma delas tem até alguma coisa aproveitável, uns bolerinhos simpáticos, uns pontinhos diferentes, mas na outra: Pânico, Medo, Terror.
Gostaria de saber onde as pessoas se inspiram para fazer esses modelos....
Bem diferente das revistas japonesas...

quinta-feira, 26 de julho de 2007

Meu tão sonhado poncho....

frentecostas


Esse foi o primeiro projeto que fiz além dos cachecóis e gorros.


Demorei mais ou menos uns 15 dias pra fazer. No começo desanimei demais, tive dificuldades, mas nada como um pouquinho de paciência, né?


Usei 5 novelos da sedificada, agulha 5, 84 pontos na agulha.




1 carreira *4 m, 4t*


2 e todas as pares em tricô para ficar mais "molinho"


3 *4m, 4t*


5 e 7 : *4t, 4m*


Até o fim.


No tamanho P faça 2 quadrados de 55 cm. M 60 cm/ G 68cm


Deixei uns 20 pontos na frente(na esquerda) e mais 20 das costas (na direita) separados, sem arrematar para fazer a gola. Dobrei o número de pontos e fiz a gola em barra 2X2.


Ele fica um pouquinho assimétrico porque você sobe a gola não no meio do quadrado, mas no canto. Observe a foto para ver como ele deve ser costurado.


Qualquer dúvida deixem um comentário.

Beijos


quarta-feira, 25 de julho de 2007

EBA!!!!! 100 visitas!!!!!!


Gente!!!! Valeu!!!!!

Já são 100 visitas!!! Estou muito feliz!!! Nota-se pela quantidade de exclamações!!!!!!!

terça-feira, 24 de julho de 2007

Projeto secreto em andamento.....


Secreto porque nem eu mesma sei se vai dar certo, rsrs


Seguinte, eu queria fazer uma peça de tricô pra mim, mas não achava a receita de nenhum jeito, então resolvi inventar.


Logo eu que só sabia fazer cachecol até um tempo atrás, mas eu sou doida assim mesmo, o máximo que pode acontecer é ter que desmanchar, não é?


Está 3/4 concluída, mas quando terminar não sei como vou mostrar pra vocês, eu estou sem máquina! Mas dou um jeito.


Andei fuçando em blogs de tricô pelo mundo virtual e achei umas fotos (não me perguntem onde, sou relapsa) de uns modelos de tricô de revista japonesa, e como são mais "simpáticos" que os nossos, né? Notei que eles também se preocupam bastante com a modelagem, fazendo peças mais ajustadas ao corpo, mais femininas. Aqui dificilmente se acha uma receita assim.


Bom, voltando ao assunto da postagem, alguém se arrisca a palpitar o que é?


É uma coisinha bem básica, se for no tamanho P usa-se mais ou menos 2 novelos da sedificada, tem alguns aumentos, troca de agulha...


Algum palpite?

Minha primeira meia torta e outras coisinhas




Ah, finalmente consegui fazer o meu primeiro pé de meia.


Sim, não é um par, pelo menos não ainda.



Só fiz um pé mesmo.


E ficou muito fofa.


Torta, é verdade, mas fofa.


Fiz seguindo a receita da Kety e deu super certo, só ficou um pouquinho larga na canela, mas também minha canelinha é que nem de criança, rsrs.


E caso vocês não tenham notado ela foi escaneada porque estou sem máquina, hihihihi.


Muitas que deixaram comentários aqui acharam que eu estava mentindo e escondendo o jogo, que aquele gorro que fiz não foi o primeiro.


Tá bom, tá bom. Aqui vai a foto do meu primeiro gorro de verdade, o dono dele adorou. Não liguem que a foto tá desfocada.






Aqui na minha terra está fazendo um frio inacreditável, algo em torno de 7 graus, tempo cinzento. Hum, tá bom pra fazer........ TRICÔ!!!

Tô inventando uma receita secreta que leva apenas 2 novelos da sedificada, já estou na metade, se der certo e houver interesse de vocês eu coloco aqui.

Ah, já ia esquecendo, a Regina disse que ela e o ponto segredo do crochê não se entendiam. Eu não me entendo com crochê em geral, mas corri no blog da Elaine e consegui fazer o ponto. Estava fazendo uma amostrinha em lã para colocar aqui, mas qual não foi minha surpresa quando notei que a lã estava estranha, se desfazendo e virando um ninho de rato!!! Como podem vender coisas dessa qualidade? Então a amostra vai ficar pra depois.

Beijos

segunda-feira, 23 de julho de 2007

Sou todas as mulheres em mim


Quem visita meu blog deve me achar muito estranha....

Como assim essa menina escreve crônicas, dicas de tricô, receitas, fala da vida dela, coloca fotos que ela mesma tirou, recomenda livros...

Pois é, eu sou assim. Doida mesmo.

Eu gosto de tudo ao mesmo tempo agora.

Tenho muitos interesses. Um diferente do outro.

Sou formada em jornalismo e sou apresentadora, ah, também tenho formação de atriz, mas também poderia ter sido decoradora, arquiteta, fotógrafa, cientista, química, arqueóloga.

Acho que todas nós mulheres temos muitas dentro da gente.

O difícil às vezes é saber com qual delas a gente acordou hoje...

Creme de milho


Estou fazendo o almoço nesse minuto, resolvi assar umas asinhas de frango com batatas no forno, temperadas com vinho branco e alecrim.

Além de arroz branco fiz um acompanhamento que sempre fez sucesso na casa da minha mãe: creme de milho.

Super, híper, mega, vergonhosamente fácil de fazer.

Eu sempre faço a receita básica, mas vc pode acrescentar manteiga, creme de leite, queijo, salsinha, alho, etc...
Ah, créditos devidos a minha irmã Vania Stella que é viciada nesse creme e mestra na arte de fazê-lo.


Creme de milho


1 lata de milho cozido

a mesma quantidade de leite integral

uma pitada de sal

1 colher de sopa rasa de açúcar, isso mesmo açúcar.

1/2 colher de sopa de maizena


Modo de Preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador, e depois coloque numa panela.

Mexa com uma colher de pau até dar consistência.


Dica legal: depois que desligar mexa um pouco para esfriar e não formar aquela "capinha" dura que fica em cima, assim o creme vai ficar beeeeeem cremoso.


Beijos, vou comer!!!

domingo, 22 de julho de 2007

Profissão: Escritor de rótulos de vinho



Meu filho, o que você quer ser qdo crescer?
Escritor de rótulo de vinho!

Já imaginou que maravilha, que profissão com laivos de ácido lisérgico?

A vida nunca mais seria sem graça. Nunca mais pão pão queijo queijo.

Que libertador. Chega de vida de mentira, com seus tons de cinza e grafite, sim à vida de verdade, ao arco-íris, e ao cor de rosa e grená.

Chega de rock pauleira, eu querio eflúvios de serenata ao pé do ouvido.

Não mais ervas daninhas, viva às tulipas florescendo em meio as avenidas.

Veja o fim das músicas sem rima e sem história, que venha Chico e Elis.

Eu quero a vida de verdade, quero viver num eterno comercial de margarina, onde no café da manhã tem bolo de chocolate que não engorda, pão com margarina derretendo, sol eterno e bom humor matinal, e onde ninguém precisa lavar a louça no fim.

Nada de comer ovo frito. Muito melhor degustar uma bela almofadinha de sabor, com bordas caramelo se estendendo rumo ao infinito, e ao centro notas de ouro derretido.

O dia nunca estaria com sol e algumas nuvens. O dia estaria com aroma das ninfas douradas do vale do Loire, e pequenas fadas cintilantes que por vezes encobrem o astro rei com suas saias de renda transparente.

Oh, cor escarlate com ressonâncias de lilás ao fundo, e consistência de terra molhada onde foi plantada a orquídea que enfeita o casa no comercial de margarina.

Ah, doces aromas de frutas vermelhas com um persistente paladar de pêssegos colhidos pelas virgens do Himalaia no alvorecer do quinto dia de primavera.

Quando eu crescer quero ser feliz: vou escrever rótulos de vinho!


(Publicado originalmente no dia 25/05/07)

Meu primeiro gorro


Por muito tempo eu só sabia fazer cachecol, mas fuçando o mundo maravilhoso da internet achei receitas bem fáceis para iniciantes. Pegando umas dicas daqui e outras de lá criei meu primeiro gorro.

Aqui vai minha receita.


Gorro fácil para iniciante, estilo retrô

1 novelo Paratapet (usei marrom)

1 par de agulhas de tricô 7

restinhos de lã e linha em cor contrastante para a flor

agulha tapestry para costurar


Tamanho P (24 cm de largura/20 cm altura)

Coloque 48 pontos na agulha e faça dois gomos no ponto meia invertido (siga as carreiras abaixo)

1 carreira : tricô

2: meia

3: tricô

4: meia


Esse tipo de barra dá uma leve enrolada, ficando uma linha "fofinha"

Agora prossiga todas as carreiras ímpares em meia e as pares em tricô, por 16 centímetros.

Do lado avesso diminua as carreiras pela metade (*2pjt*)

Faça mais duas carreiras com essa metade dos pontos que ficou na agulha (3 centímetros).

Passe um fio por dentro dos pontos que ficaram na agulha, amarre com força para franzir, costure as laterais.

Para dar um charme faça um pompom ou uma flor para ser colocada na lateral. A minha flor eu fiz com a lã paratapet da mesma cor e com uma linha creme, apenas para destacar.

A receita da flor peguei em um desses blogs maravilhosos de tricô, mas não posso publicar pq não pedi autorização. Pesquise no google ou dê uma olhada nas minhas indicações de links.

Ele fica bem fofinho devido a lã e bem bonitinho na cabeça e nesse tamanho cobre as orelhas para me aquecer nesse frio de Curitiba.

sábado, 21 de julho de 2007

Osmose


Aprendi a fazer tricô sozinha. Quer dizer, minha vó me ensinou um ponto básico e só. Depois de anos quando fui pegar na agulha eu percebi que eu não sabia como começava, terminava, como virava, mas não sei como, dei um jeito e consegui fazer meu primeiro cachecol. E hoje com a ajuda da internet tenho tentado me especializar.

Agora o crochê. Eu e essa agulhazinha não nos entendemos. Olhei em vários sites, vejo os pontos básicos e nada. Mas eu tenho a convicção de que se eu segurar um objeto muito tempo eu vou aprender como se faz. Eu tenho a convicção de que se eu segurar a agulha e linha toda noite de um jeito ou de outro eu vou conseguir aprender por osmose, através da memoria coletiva da agulha, que eu acredito piamente que ela tenha trazido da fábrica onde ela foi feita, ou nos meus pensamentos de Alice, no país em que ela nasceu rodeada de pequenos dedais e lãs fofinhas.

E eu tenho feito isso toda noite. Me recosto na cama, me cubro, pego a agulha e a lã, e por alguns segundos nos divertimos e parece que tudo vai dar certo. Mas depois de um tempo a agulha começa a rir da minha cara e tudo se perde.

E hoje o milagre se deu. Ohhhhhhhhhhhh, as portas do céu se abriram e eu fiz o meu primeiro ponto! Tá certo que tá torto, mas é meu e eu aprendi sozinha. Ok, ok, andei fuçando em vários sites mas mesmo assim eu não conseguia. E de repente....

Viva a osmose!



(publicado originalmente no dia 22/06/07)

sexta-feira, 20 de julho de 2007

Síndrome da Fila



Sempre achei que fila fosse coisa de paulista. Mas depois de muito viajar e conhecer outros estados e cidades, posso afirmar que fila é coisa de seres humanos em geral.
Eu particularmente não sou fã de fila não. Repudio todas as filas, e as que eu puder escapar e sair correndo eu fujo mesmo.
Banco por exemplo. Existe aquela lei que você pode ficar no máximo 15 minutos (faz me rir) esperando na fila para ser atendido. 15 minutos para o meu ser é muito tempo. Um grande desperdício. Dá pra tomar banho, ler um gibi, lixar as unhas, fazer um xixi, começar meu tricozinho. Para isso existe INTERNET, onde pago minhas contas sem ao menos tirar o pijama. Maravilhas do mundo moderno.
Mas ao contrário de mim existem muitas pessoas que são chegadas numa fila, elas realmente são afeiçoadas ao conceito de ficar "um atrás do outro feito gafanhoto". Essas pessoas tem a síndrome da fila, doença moderna ainda sem tratamento e que se manifesta de várias modos de acordo com o ser humano que está infectado.
Compulsivo: não importa do que é a fila, ele sempre chega junto, puxa papo, faz amizade, gosta de ser o primeiro, chegando ao cúmulo de começar a fila do cinema 2 horas antes do filme ter início.

Torcicolo: aquele que sempre levanta antes do ônibus ou avião abrir a porta quando chega ao seu destino, e como os apressados (leia abaixo) já levantaram antes dele, é obrigado a permanecer no seu lugar, de pé, com o pescoço torto devido a cabine ser mais baixa acima dos assentos.
Apressados: quando o funcionário do aeroporto avisa no microfone que dentro de 10 minutos começará o embarque, esse apressadinho já está na fila aguardando faz meia hora.
Paranóico: praticamente o maníaco da fila, mesmo tendo lugar (assento) marcado ele faz questão de ser o primeiro, empurra crianças e pisa no pé dos velhinhos, mantenha distância desse tipo.
Turista tipo paulista (válido para todos os estados brasileiros, o nome é apenas uma homenagem à minha terra): durante uma excursão de turismo, onde se acredita que as pessoas devessem estar mais relaxadas, esse louco por fila não mede conseqüências para ser o primeiro a entrar e sair de qualquer meio de transporte utilizado nos passeios. Se num passeio de barco o acaso reunir vários desses turistas paulistas, que com certeza vão se acumular na minúscula saída, e o barco virar, não se preocupe, o primeiro que cair na água prontamente vai gritar: Haha, caí primeiro!!!!


Bem Vindos!!!



Olá!!!!


Nada como novos ares. Adoro uma mudança.


Se você já frequentava meu blog anterior fique à vontade, se você é novo por aqui bem vindo!!!


Por aqui muitas histórias, non sense, contos e coisas.


Na medida do possível copiarei alguns dos textos já publicados no outro blog e muitas novidades.


Qualquer dúvida, palpite ou sugestão deixe seu comentário.


Beijos
Blog Widget by LinkWithin