quarta-feira, 22 de abril de 2009

Lá vem a noiva

Adoro casamento. Dos outros. Acho lindo, choro, me emociono. Acho tão legal que já organizei o da minha irmã, dei um pequeno help pra cunhada, e tô dando uma força para uma amiga.
O meu? Não tem meu. Claro que já quis casar, quando eu tinha uns 17 anos. Já tinha até pensado no vestido. Mas o tempo passa, você muda. Hoje acho um desperdício de dinheiro. Desculpa para quem vai casar, pode me chamar, vou curtir, mas EU não quero casar. Eu penso o que faria com o dinheiro: uma viagem, uma entrada num ap, carro novo, roupas novas, muitos livros, uma batedeira, sei lá.
Eu sou assim. Eu respeito quem tem esse sonho. Não entendo muito bem, mas respeito. É que eu acho que casamento é uma coisa tão íntima que só o noivo e a noiva deveriam comparecer. Sonho é sonho e temos que respeitar. Agora, se eu te respeito, pq vc não me entende?
Passei o fim de semana tentando convencer um bando de mulheres que eu não quero casar. E contra TODOS meus argumentos a única resposta delas era: impossível, CLARO que vc quer casar. Ué, não pq alguém quer escalar o Everest que eu também quero.
E quem disse que assinar papel é garantia de alguma coisa? Isso é ilusão de moça virgem. Respeito, carinho e amor não se garante em contrato.
Já me vesti de noiva para uma gravação e foi o maior barato, me achei linda e tudo, véu, luva, sapato. Adorei. Mas se me colocarem assim na porta de uma Igreja é capaz de eu não entrar. Noiva em Fuga, saca?
Acho lindo o vestido, as flores, a festa, participo (não vou tentar pegar o buquet, aí já é ir longe demais, rs), ajudo a organizar, compro presente. Mas não quero ser A noiva, entende?
Blog Widget by LinkWithin